Game Critic - Chrono Trigger

Ir em baixo

Game Critic - Chrono Trigger

Mensagem  OmegaMaster em Qua Jan 25, 2012 9:29 pm

Oi galera da BoG, fiz esse review pra vocês, ele é antigo, e é de SNES, mas é muito bom !


História


O jogo tem inicio no Reino Guardia, no ano 1.000 AD, Crono é acordado por sua mãe e logo depois ele vai para a Feira do Milênio. Lá, ele conhece uma garota chamada Marle, que se torna sua amiga, e passam a andar juntos.
Na feira eles são convidados a testar a nova invenção de Lucca, melhor amiga de Crono. Essa maquina é um teletransporte, que Crono testa com sucesso, porém Marle ao testa-la, observa que o seu pingente começa a brilhar no instante do funcionamento da máquina, e, de repente, ela é sugada para dentro de um misterioso portal. Lucca então verifica que um portal dimensional foi aberto e Crono decide ir atras de Marle. Ao sair do portal Crono está na "Idade Média" (Middle Ages, 600 DC), onde ele descobre que está no passado e se dirige ao castelo de Guardia. Lá fica sabendo que a 'Rainha Leene, que estava desaparecida, foi encontrada.
Contudo ele descobre que a Rainha Leene encontrada, era na verdade Marle. Lucca também vem para essa época e Marle começa a desaparecer do seu plano de existência. Lucca conclui que Marle na verdade era a Princesa Nadia do tempo deles, e provavelmente uma descendente da Rainha Leene. Como a corte de Guardia encontrou Marle pensando ser Leene, as buscas pela rainha foram suspensas, o que levaria a morte de Leene em um futuro próximo, e por consequência, a de sua descendência inteira, incluindo a própria Marle. Crono e Lucca vão então em busca da verdadeira rainha, para então consertar a história. Eles conseguem cumprir a missão com a ajuda de Frog, um homem-sapo.
Usando a Gate Key de Lucca, Crono leva Marle de volta ao Castelo Guardia de seu tempo. Entretanto, o Chanceler de Guardia acusa Crono de tentar sequestrar a princesa. Como resultado, o chanceler condena Crono à morte. Com a ajuda de Lucca, ele consegue fugir da prisão, e Marle foge junto com eles para um portal que estava escondido na floresta que rodeia o castelo.
Viajando no portal, eles vão parar no futuro (2.300 D.C.), onde o mundo está em ruínas. De um computador dessa época eles vêem um vídeo do ano de 1999 A.D., que mostra um parasita alienígena, chamado Lavos, emergindo do fundo do planeta, e o destruindo completamente. Então, Marle convence Crono e Lucca a continuarem a viajar pelo tempo, a fim de evitar que Lavos destrua o futuro.
Pelo desenrolar do jogo novos amigos entram no time de Crono, como o robô nomeado Robo, uma mulher da pré-história chamada Ayla, e um homem-sapo chamado Frog. Opcionalmente, Magus, um dos antagonistas do jogo, pode entrar no time.
Lavos: é um parasita de outro planeta que cai na terra no ano de 65.000.000 B.C, em cima de (e afundando-o) Tyranno Lair. Com ajuda da Rainha Zeal, Lavos fica enfurecido e emerge do fundo da terra, destruindo umas ilhas flutuantes na Idade Glacial (12.000 B.C).

Jogabilidade

Chrono Trigger traz a jogabilidade de RPGs clássicos com diversas inovações. O jogador controla o protagonista e seus companheiros pelo mundo fictício do jogo, composto por diversas florestas, cidades e cavernas. A navegação ocorre através de um mapa aéreo de visão do mundo. Áreas como florestas, cidades e palácios são retratadas em mapas mais realistas, em que os jogadores podem conversar com habitantes para procurar itens ou serviços, resolver desafios ou enfrentar inimigos. A jogabilidade de Chrono Trigger difere dos RPGs tradicionais trazendo inimigos visíveis no mapa ao invés de encontros aleatórios. Contato com tais inimigos dá início a batalhas que ocorrem diretamente no mapa ao invés de telas de batalha específicas.
Jogadores e inimigos podem desferir ataques físicos ou mágicos durante a batalha, e jogadores podem usar itens para curar ou proteger os personagens. Cada personagem e inimigo tem um certo número de pontos de vida que podem ser reduzidos com ataques inimigos ou restaurados com itens e magias. Quando um personagem controlado pelo jogador perde todos os pontos de vida, desmaia; se todos os personagens são derrotados, o jogo acaba e deve ser restaurado a partir de onde você salvou o jogo anteriormente, em exceção de batalhas específicas que permitem ou forçam a derrota do jogador. Entre as batalhas, o jogador pode equipar seus personagens com armas, armadura, elmo e acessórios com efeitos diversos, e vários itens podem ser usados dentro e fora das batalhas. Itens e equipamentos podem ser comprados em lojas ou encontrados em baús de tesouro.

Sons e Trilha Sonora

A trilha sonora do jogo é muito boa, Chrono Trigger é um dos jogos que eu conheço que tem as melhores trilhas sonoras, para um jogo de 1995, seus sons são muito bom.

Gráficos


Os gráficos de Chrono Trigger, tem gráficos de jogos de Super Nintendo, os gráficos são os mesmo para as versões de NDS e PSONE.

Nota Final


Gráficos = 9.0
Som = 9.5
Jogabilidade = 9.0
Replay = 8.5

Imagens


Visão do Mapa


Batalhas


Algumas fases




avatar
OmegaMaster
Membro
Membro

Mensagens : 14
Fama : 0
Data de inscrição : 25/01/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Game Critic - Chrono Trigger

Mensagem  AlaZ em Qui Jan 26, 2012 3:22 am

a parte da história não foi feita por você...

http://pt.wikipedia.org/wiki/Chrono_Trigger

vou fechar esse tópico
avatar
AlaZ
Admin
Admin

Mensagens : 63
Fama : 14
Data de inscrição : 28/01/2011

Ver perfil do usuário http://gamecritic.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Game Critic - Chrono Trigger

Mensagem  NecronBorn em Qui Jan 26, 2012 8:20 pm

Ui, o Alaz fechou, eu desfechei e vou fechar de novo.
APRENDE A FAZER CRITICA, BUÉEEEEE
avatar
NecronBorn
Membro
Membro

Mensagens : 15
Fama : 0
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 68

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Game Critic - Chrono Trigger

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum